• Cecilia Leite

Vênus e o amor

Não sei se você tem a ideia do papel fundamental que a Vênus tem na sua vida... Seja homem ou mulher, normalmente é ela o centro das atenções em uma conversa. Isso porque ela comanda dois assuntos que sempre interessam para as pessoas: dinheiro e relacionamentos...


E por que será que todo mundo tem questões nessas áreas?

Talvez (quase que certamente...) porque ainda não fizemos às pazes com a nossa Vênus particular... Sim, cada um tem a sua... É a SUA Vênus, que está lá no SEU Mapa Natal, posicionada para atrair as coisas (e pessoas) para VOCÊ... Mas ela é voluntariosa, tem suas particularidades, sua maneira de ser, e só vai funcionar se você deixá-la livre para ser como de fato é...


Vou explicar melhor... A Vênus é o planeta no mapa astrológico que possui o magnetismo para ATRAIR. A função dela é buscar o prazer, em todos os sentidos da palavra. Ela segue as intenções do signo onde está posicionada, em acordo com os planetas com que faz aspecto, para levar seus resultados para a área da vida correspondente à casa onde ela está. Essa é a missão dela na sua personalidade. Se você entender o que ela quer e não boicotar seu jeito de agir, ela certamente conseguirá aquilo que está prometendo no seu mapa. Mas, se você sabotar o jeito dela de ser, aí não vem nada mesmo... Nem dinheiro, nem relacionamento, e nem prazer de viver...


Mas como isso funciona?

Vamos dizer que a Vênus do seu mapa seja uma rainha, que precise ser o centro das atenções, como uma Vênus em Leão. E alguém lhe diz que você precisa ser mais discreta, que é feio usar batom e esmalte vermelho... Se você escutar, a sua Vênus vai ficar apagada, além de enfurecida, e não vai funcionar direito... Porque ela precisa atrair pessoas, situações, condizentes com o que ela É, e não com o que dizem para ela ser... Outro exemplo: você tem Vênus com Urano no mapa, precisa de relacionamentos que te deem liberdade, não gosta de grude, prefere uma coisa fora do padrão. Aí você se obriga a ser convencional, porque é assim que se é aceito na sociedade. Em pouco tempo irá cansar, se entediar, não irá aguentar viver desse jeito... Novamente vai perder o prazer de viver... E o que é pior: se você precisa de liberdade e se obrigar a agir de maneira diferente, na melhor das hipóteses vai atrair alguém que não tem nada a ver com você... Atraímos na frequência do que vibramos.


A mesma coisa com relação ao dinheiro. Se a sua Vênus diz que você precisa estar sempre em contato com novidades, que não gosta de rotina, mas você acha que ter um emprego com a mesma atividade todos os dias fechado em um escritório é o correto, em pouco tempo você estará infeliz, improdutivo, e não tardará em reclamar do dinheiro. Nós só conseguimos prosperar com aquilo que nos alegra, nos dá prazer. Aí temos estímulo para continuar e ser cada vez melhores no que fazemos.


É importante entender que qualquer repressão gera bloqueio. E esse bloqueio pode se manifestar como limitação na vida diária (como falta de dinheiro, relacionamentos insatisfatórios, nesse caso de Vênus) ou como desequilíbrio físico, que pode acabar gerando até doenças. Tudo aquilo que reprimimos vira energia estagnada, que não flui. Por isso, o entendimento de como se dá naturalmente a nossa expressão de afeto é fundamental. Se temos a necessidade interna de nos expor, sermos vistos pelo mundo, e por alguma razão nos recolhemos, nos escondemos, não estamos deixando a nossa energia fluir naturalmente. Do mesmo modo, se o temperamento é introspectivo e nos obrigamos a estar no meio da confusão certamente estaremos criando problemas para nós mesmos. Daí a importância de conhecer a própria natureza e as próprias necessidades. Isso vale para todos os temas da nossa vida.


Vênus nasceu na espuma do mar, e no momento do seu nascimento, espalhou-se um suave perfume no ar. Os pássaros a trouxeram uma concha para servir de trono. E o vento Zéfiro a empurrou para a praia. Conforme Vênus ia saindo do mar, as ninfas deslumbravam-se com a sua perfeição, e ao caminhar pela areia, brotavam flores de suas pegadas. Por onde ela passava plantas apareciam, pássaros cantavam, os animais se acalmavam, havia florescimento. Vênus rege as flores, os perfumes, as joias, os enfeites, a beleza, a pacificação e o amor. Ela teve vários romances, o mais conhecido com Marte. Essa dupla em nosso mapa indica como são os nossos relacionamentos afetivos, entre outras coisas.


Venusianos são sociáveis, detestam o isolamento, pois o que é belo é para ser visto. São atraentes, bonitos, refinados, cheios de charme... Mas podem ser indolentes, preguiçosos, querer só ficar na vida boa... Vênus rege Touro e Libra, e quem possui Sol, Lua, Ascendente, ou muitos planetas, nesses signos pode se identificar com esse tema. Também quem tem a Vênus focal ou angular no mapa pode sentir que os assuntos venusianos são determinantes na vida, para o bem ou para o mal. Sim, porque sempre que possuímos alguma ênfase no mapa, é imperativo que aprendamos a lidar com essa questão, caso contrário a vida não anda.


A Vênus no nosso Mapa Natal indica aquilo de que gostamos. Tem quem goste de ficar em casa, cozinhar, cuidar, tem quem goste de sair, conhecer gente, explorar lugares diferentes... Tem a Vênus aventureira, a amiga companheira, a que precisa de carinho, a que gosta de segurança e estabilidade, a que não gosta de intimidades... Enfim, tem de tudo! A Vênus tem doze signos para estar, em qualquer uma das doze casas, fazendo os mais diferentes aspectos com todos os outros planetas. Ou seja, as possibilidades são inúmeras... Precisamos estar alinhados com as nossas necessidades. Em todos os sentidos, nas nossas atividades, no nosso jeito de ser e até de se vestir... Sim, precisamos nos vestir de acordo com nossa Vênus! Aliás, precisamos nos vestir DA nossa Vênus... Só sendo de fato quem somos, vamos atrair o que de fato precisamos...


Em mapa de homem, entre outras coisas, ela indica o tipo de mulher por quem ele se atrai. E no mapa de mulher, o tipo de mulher que ela é... A maneira de criar vínculos para os dois sexos está ligada a Vênus... Ela vai dizer se você gosta de dormir abraçadinho ou prefere camas separadas, se gosta de fazer comida para o parceiro ou prefere ir jantar fora em um restaurante badalado, se acredita em almas gêmeas ou se acha que o relacionamento se constrói no dia a dia, se quer casar de papel passado ou prefere só morar junto, ou talvez até em casas separadas... E muitas outras coisas...


Você pode dizer: "Mas eu sei do que gosto, o que eu quero, não preciso da Astrologia para me dizer... ". A grande questão é que muitas vezes não temos consciência de todas as nossas necessidades... Sim, porque é um mecanismo complexo, cheio de nuances, e muita coisa não é clara, ou ainda é inconsciente... Ou negamos, em face de certas conveniências... Ou negligenciamos porque não estamos atentos ao que ocorre internamente.


A Vênus pode estar no máximo a 48° de distância do Sol, portanto, em um mapa astrológico, pode estar no mesmo signo que o Sol, um ou dois para frente, ou um ou dois para trás do Sol... O Sol é a nossa essência, o que somos internamente, nosso propósito. A Vênus indica o que nos interessa, aquilo de que gostamos. Quando estão no mesmo signo existe uma convergência. Quando em signos diferentes pode existir uma distorção, como quando se compra uma roupa e chega em casa e não entende como foi comprar aquilo... Ou quando se começa um relacionamento e depois não sabe o que fazer com ele...


Em algumas épocas ela aparece de manhã, é a Vênus matutina, está antes do Sol no mapa. Em outras, ela é a Vênus vespertina, que aparece no céu à tarde. A pessoa com a Vênus antes do Sol é mais impulsiva no amor, mais apaixonada. O amor vem antes mesmo dela própria, e pode haver um comportamento mais irrefletido, a tomada de consciência vem bem depois. A paixão se torna desilusão, e a pessoa pode se recolher por conta da frustração. Também nesse caso, muitas vezes o julgamento estético vem antes do julgamento moral. Quando a Vênus aparece depois do Sol, a pessoa é mais madura, com mais bom senso para lidar com as paixões. Pode haver predomínio da razão sobre as emoções nas escolhas afetivas, e justamente por isso, pode haver repressão dos verdadeiros sentimentos. Duas faces da mesma Deusa. Vênus Lúcifer, vista ao leste na aurora do dia, e Vênus Hésperus, vista a oeste, no crepúsculo.


Entender as próprias necessidades é o primeiro passo para se construir um relacionamento saudável. E isso exige um profundo autoconhecimento. Por exemplo, não adianta você se preocupar com a Vênus, se não resolveu sua Lua ainda. A Lua são nossas necessidades emocionais mais básicas, inconscientes, memórias que determinam as nossas escolhas (mais sobre a Lua em A Lua e você). Só é possível se relacionar com o outro quando já se sabe se relacionar consigo próprio. Isso evita uma série de problemas, como projeções, distorções, repressões. Um relacionamento saudável precisa ter a compreensão precisa do que é UM e o que é o OUTRO. O que eu preciso, e o que o outro pode oferecer.


A Vênus é o planeta da beleza, das artes, do amor. E na nossa vida tão árida vale a pena ouvir o que ela tem a nos dizer. Se seguimos suas orientações certamente vamos poder nos sentir tocados por suas bênçãos. Ela pode nos dar a pista de como trazer um colorido novo para a nossa vida. Não vamos esquecer que o amor cura!

127 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo